É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







17 de abr de 2010

A HISTÓRIA DE MIRELA


Mirela é a mais velha. Depois dela nasceram mais dois irmãozinhos. Todos de olhos bem azuis, iguais aos dela.
Ela é ruivinha e usa trancinhas nos cabelos. Tem sardas no nariz.
Sua cores preferidas são vermelho e amarelo. Na caixa de lápis de cor, sempre são esses que primeiro terminam. Ela aponta até acabar.
Tem uma cachorrinha, o nome dela é Continha e seus pêlos são brancos feito neve. Vão todas as manhãs até à pracinha passear.
No frio, Mirela usa cachecol de lã , que sua avó tricotou.
No aniversário foi sua tia quem preparou seu bolo preferido, chocolate com cobertura de brigadeiro.
Ganhou de presente uma boneca Emília, de pano, que sua mãe costurou. Emília usa vestidinho verde, tem cabelinhos de fios de lã e seus olhinhos são de botão. É a sua nova filhinha.
Mirela adormeceu ouvindo uma cantiga de ninar. Sonhou que estava nas estrelas, levando Continha e Emília pra brincar. As nuvens eram macias, pularam até se cansar. Um sonho cor-de-rosa.
Boa noite, Mirela. Amanhã você vai acordar e irá tudo recomeçar.


Um texto incomum, porque não escrevo nada pra crianças, ou sobre crianças. 18 de abril, Dia Nacional do Livro Infantil. Foi na infância que tive a alegria de aprender a ler e escrever. Livros acompanharam minha vida toda. Isso se tornou um privilégio, nem todos têm acesso a boas escolas. Que a leitura seja mais estimulada entre as crianças, é o que espero.

Um comentário:

Isis disse...

Linda....
Agora tem talento tanbém pra histórias infantis !!!
Parabéns....texto mravilhoso!!
Beijos

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!