É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







18 de mai de 2010

FLORES DE QUEM SEMPRE ESPEREI


Ela somente conseguiu acreditar que não foi apenas um sonho bom, quando abriu os olhos e lá estava o buquê de flores do campo. Aproximou-se e tocou-as. Guardou com carinho uma pétala que se soltou. Fechou os olhos, lembrou o olhar castanho que brilhou radiante ao admirá-la. O sorriso ao entregar-lhe as flores. Era ele! Há quanto tempo ela o procurava? Desde sempre!
Abriu a janela pra sentir o calor do sol. O céu estava mais azul, a brisa morna tocou seu rosto. Sorriu de satisfação. Escolheu uma flor amarela e colocou nos cabelos. Ligou o rádio, dançou sobre o tapete, rodopiando feito bailarina.
A cada lembrança o coração respondia mais forte: sim! Sim! Sim!
Quando saiu de casa a vontade era de ir saltitando pela rua. Impressionou-se quando percebeu que não estava mais sozinha. O vazio que a acompanhava havia desaparecido. Agora existia uma dupla, um par! Começou então a enumerar quantas coisas lindas estavam por acontecer.
Despertou dos pensamentos a um metro de distância daquele homem. Aquele que entrou em sua vida feito um Anjo e beijou sua alma. O que parecia impossível tornou-se realidade. Nascidos um pro outro, lado-a-lado, em todas as situações. Não estavam mais sós!
O título desta história foi escolhido pela protagonista: “flores de quem sempre esperei”. Pude sentir o perfume das flores invadindo a tela do meu computador. Romantismo e felicidade. Agora eles são dois! Doce o sonho bonito que se torna realidade!

5 comentários:

Gisele disse...

Que lindo.....

bjs

Isis disse...

Que gostoso quando isso acontece!!!
Adorei...
Beijo

Cláudia disse...

Obrigada pelos comentários, quem de nós não gosta de receber flores e quem de nós não quer ter um final feliz? Assim será com a dupla que inspirou a história.

Beijo

Rita Fonseca Rosas disse...

Oi Cláu...
Amei este texto.. mesmo pq meu atual relacionamento aconteceu meio que por encanto tb. Me identifiquei muito..
Bjs...Rita Fonseca Rosas

Cláudia disse...

Rita,

Obrigada pelo seu comentário! Coisa boa saber que é minha leitora e que se identificou com este texto! É um dos meus textos preferidos, fala de um momento muito bonito, o começo de uma história que a cada dia dá um passinho a mais.
Beijo,
Cláu

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!