É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







2 de mai de 2010

REFLEXOS DE AMOR


Ela ajeitou outra vez os talheres, endireitou uma taça de vinho mais pra direita. Afastou-se um pouco, observou a mesa bem decorada. Escolheu a música suave, em tom baixinho.
Correu novamente pra diante do espelho, retocou o batom cor-de-rosa, passou os dedos nas mechas dos cabelos e suspirou fundo. Olhou pro relógio, 20h30. Foi até à cozinha, certificou-se de não ter esquecido algum detalhe.
Quando tocou o interfone e o porteiro do prédio avisou que ele havia chegado, o coração deu pulos de alegria. Caminhou até à porta e o recebeu com um sorriso de paixão vitoriosa.
Brindaram com vinho tinto, jantaram à luz de velas. À meia-luz admiraram o brilho do olhar um do outro, faíscas de felicidade iluminavam suas faces. Dançaram bem juntinhos, entre risos e beijos muitos. Da terra foram à lua, rodopiaram entre as estrelas e adormeceram em uma nuvem, abraçados.
Quando amanheceu, o sol raiou sorrindo, tocou a janela desejando-lhes bom dia. A brisa trouxe o aroma de café. Um sabiá cantou pra despertá-los. Abriram os olhos. Não haviam sonhado.
Não se despediram. Ao som de uma valsinha estão juntos até agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!