É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







27 de set de 2010

PALAVRAS CRUZADAS


Diante do espelho, sonolenta. Cabelos desalinhados, olhos inchados de tanto dormir. Tirei do armarinho a escova de dente e, enquanto fazia o ritual matinal, observei que havia uma ruguinha a mais no meu rosto. Conformada, caprichei no creme hidratante facial, prendi os cabelos e fui até à cozinha preparar meu café. A água da chaleira em ebulição e eu sentada à mesa, pensando na vida.
- Quer pão?
- Não, obrigada.
- Quer leite?
- Prefiro café puro.
A xícara de café forte, a torrada com manteiga. Ele sentado ao meu lado, nas mãos as palavras cruzadas do jornal.
- Qual palavra começa D, termina com O e o sinônimo é "monótono", "sem graça"?
- Desenxabido.
- Errou, desenxabido é com CH. Hahaha!
- ...
- Que foi?
- Nada.
Dizer “nada” é o mesmo que declarar guerra. Estava pensando na ruguinha. Por que ela apareceu de repente? Teria sido preocupação? Fila do banco, trânsito, trabalho, família, cachorro, papagaio. Adiantava saber a resposta? Não estava interessada.
Lavei a louça, varri o chão da cozinha. Abri a janela da sala.
- Hoje vou trabalhar.
- Mas hoje é sábado, Diva!
- Tenho que trabalhar.
- Legal, vou então jogar futebol com a turma. Voltarei à noite.
Quando saí disse tchau, nem escutou. Ele estava tentando adivinhar qual é a palavra de sete letras que começa com S e termina com O. Do elevador falei baixinho, quase sussurrei: SOLIDÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!