É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







15 de dez de 2010

Feliz Natal e feliz 2011!


Este é o meu último texto de 2010, um ano cheio de emoções, acontecimentos alegres e tristes, chegadas e partidas. Neste ano nasceu este blog, que já concorreu a prêmios, que já teve uma crônica selecionada e publicada em um livro que em breve indicarei a todos vocês. E o meu sucesso eu devo a cada um que acessa o blog e ri, comenta, participa.
Como você deve saber, voltei a escrever há pouco mais de um ano, incentivada pelo Abílio, que faleceu neste ano de 2010. Esta uma das notas tristes, porque amigos não morrem jamais, mas a saudade ficou e ficará enquanto eu respirar. Até hoje releio nossas conversas no MSN, guardei o histórico. Resolvi espiar o que conversamos há exatamente um ano. Falávamos do blog Janela das Loucas e estávamos escolhendo a mensagem de ano novo pros nossos leitores. Difícil pra mim, mas estou me recuperando aos poucos.
Em 2010 a grana foi curta. O trabalho foi árduo. A família deu aquele trabalho que somente nós, as mães e irmãs, podemos compreender. Irmãos, cunhadas, sobrinhos e o filho que teima em tornar-se um homem, apesar de eu ainda enxergá-lo como um menino. Fiz novos amigos, conheci novas pessoas, algo mudou completamente nos meus dias e refiz meus planos. Namorando, depois de um prolongado inverno solitário, começo a planejar 2011 muito bem acompanhada dele. Esse o acontecimento mais feliz e gratificante do ano que se despede.
E você leu tudo isso, é meu leitor, seguidor, chegou até aqui sem querer ou por costume. Anônimo ou velho conhecido meu, deparou-se com minhas letrinhas de final de ano.
Desejo a vocês todos alegrias imensas, tão grandes que possam transformar-se em crônicas que assinarei. Episódios divertidos ou sérios, mas com um toque de felicidade e um "happy end" ilustrado com corações e flores que escolherei carinhosamente nas imagens do Google.
Que essa união cibernética se fortaleça e que dentro de um ano estejamos reunidos ao redor desta telinha que nos informa, emociona, encurta distâncias e facilita nosso dia-a-dia. Obrigada por sua companhia em 2010 e sejam muito felizes em 2011. Feliz Natal e Feliz Ano Novo.

Um beijo da autora,

Cláudia

3 comentários:

Cacau disse...

Cláudia
Não poderia de deixar de vim desejar um feliz 2011, pois nos encontraremos muito ainda pelos anos que virão, espero, se assim Deus nos permitir!

Um abraço virtual c/carinho real

bjus

'Glenda Barros disse...

Que prazer foi mergulhar em suas crônicas. Não é porque sou sua leitora e fã de carteirinha que digo isso, digo e afirmo que você tem dom, tem talento, tem graça, sabe envolver e provocar todo tipo de emoção, reação, comoção. Na fila da inteligencia vc passou no mínimo umas dez vezes, na do talento incontáveis são as voltinhas. Eu li, reli, comentei, sorri e viajei em todas as emoções que você quis transmitir aqui. Desejo a ti, muito sucesso, paz, alegria e que a vida te presentei todo dia com uma porção sem medida de felicidade ...

Minha escritora favorita...

beijos

Cláudia disse...

Minhas leitoras tão queridas!

Quanta honra, que alegria imensa ler suas mensagens! Desejo que 2011 seja pra todos nós um ano de saúde, paz, amor e prosperidade. De férias, nem sempre acesso a internet, mas janeiro está chegando com muitas histórias e estórias que contarei.

Um beijo e o meu carinho,

Cláudia

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!