É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







8 de fev de 2011

ABAIXO O MACHÃO!

Aos vinte anos de idade, a autora de Diva Latívia, assim como a maioria de todas as garotas dessa idade, tinha um corpo escultural. Sem pelanquinhas, sem celulite, sem estrias. Manequim 40.
Aos trinta anos de idade, assim como a maioria das garotas dessa idade, eu já tinha tido um filho. Corpo bonito, sem pelanquinhas, sem celulite, mas surgiram algumas estrias devido à gravidez. Manequim 42.
Aos quarenta anos, assim como a maioria das garotas dessa idade, eu já tinha corrido pra academia de ginástica e me tornado adepta de dietas da lua, do sol, do chá verde, azul e amarelo. Manequim 42.
Aos cinqüenta anos, assim com o a maioria das garotas dessa idade, meus hormônios entraram em parafuso. Rebeldes, promoveram uma rebelião. Fiozinhos de cabelos brancos resolveram dar as caras e, certamente, foram apagados com o auxílio da L´Óreal. Manequim 44.
Recebi, pela enésima vez, a mesma piada. Um velho, casado com uma garota de seus 40 ou 50 anos, acabou com a criatura, ao insinuar que ela está velha e cansada. Certamente, sim! Afinal, até mesmo um bebê que nasceu ontem, está hoje um dia mais velho. Estamos todos envelhecendo a cada segundo. Sinto muito, você que está lendo também está mais velho(a) agora. Porém, voltando ao tema, os homens costumam não se cuidar. Entram na meia-idade sem se dar conta da queda hormonal. Menos testosterona, o resultado disso já sabemos. Barriguinha, carequinha, menos gás. Normal, faz parte. Aliás, quem procura um homem de verdade, não repara tanto nesses detalhes. O problema é que eles querem uma garota de 40, 50, 60 ou mais, com o corpinho da garota de 20. E dá-lhe piadinhas machistas sem pé e nem cabeça. E dá-lhe absurdos diversos que eles comentem, muitas vezes em turma, pra superar esse peso etário.
Não, ninguém cabe no vestido de noiva de 30 anos atrás. A cinturinha era de quem não pariu o filho deles! Não, a não ser que seja por ordem genética, nenhuma de nós traz o corpo de uma menina para a quarta, quinta década de vida.
Porém, temos a academia, as massagens, os cremes, os choquinhos que eliminam celulite, temos os recursos das cirurgias plásticas e tudo o mais pra que a gente se olhe no espelho e diga todos os dias: - uau, eu sou gostosaaaa!
Se um homem, ao lado de uma mulher, acha que ela não está com o corpo legal, pois que coloque a mão no bolso – tire de lá o escorpião- e pague o conserto daquela que o acompanhou, puxou, empurrou e aturou durante tantos anos. Bolso, o segundo órgão sensível masculino.
E mais, olhe-se no espelho. É possível, homem, comparar-se com um garotão de 20 anos? Claro que não. Nem por isso nós, mulheres, ficamos vendo homens pelados na internet, nem por isso aderimos aos e-mails com aquele dizer patético “CUIDADO AO ABRIR!”. Não costumamos fazer piadas que os deprecia, não os comparamos jamais com quem é jovem ou saradão. Não comentamos nossas conquistas, não os trocamos em miúdos por dois de 25. Damos valor a quem está ao nosso lado, não interessa o seu estado físico de conservação. Assim é a mulher de verdade, apesar de existir alguma exceção.
É por essas e outras que considero as mulheres infinitamente melhores que os homens. Somos sensíveis, belas por dentro e por fora. Aliás, nós nos cuidamos e cuidamos de tudo e todos ao mesmo tempo. Somos sensacionais em qualquer idade!
Repugnante a velha piadinha. Detestável. Além de barangado, o autor disso deve ser mal amado. Homem de verdade, admira a mulher e a ajuda a ser feliz, por dentro e por fora. Deixo aqui o meu protesto: abaixo o machão! Século 21 já chegou e nem todos foram avisados, só pode ser.
E que “ teje dito”! Nada pessoal, mas a bronca é geral!

Um comentário:

Victor Manuel disse...

É o quê?!!!!???... O barulho dos motores não deixa escutar... Você diz o quê??? Quarenta?? CInquenta milhas???... O que tem a cintura???? Sensí...vel??? O que está vibrando???? É que não estou entendendo nada mesmo...

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!