É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







13 de jun de 2011

SOB A NEBLINA


Quando vejo a previsão do tempo e aparece o seguinte: “uma frente fria vinda do oceano aproxima-se de São Paulo”, praticamente começo a saltitar de alegria. Sim, sou “do contra” e adoro o frio. Adoraria se nevasse, adorarei se gear. Cachecóis, lenços, luvas, gorros, botas. Lareira, vinho tinto, meias de lã nos pés. E tricotar, isso parece uma santa terapia!
Ficamos mais elegantes no frio. Você não concorda comigo? Compreendo. Creio que 99% dos meus leitores discordam de mim. Esse gosto pelo frio é um tanto egoísta. Não troco nada pelo abraço de Divo, adormecido e quentinho, nós dois sob um edredom tamanho king size. E o frio lá fora, na cidade enevoada. São Paulo tem amanhecido coberta por um denso nevoeiro. Lembrei da música bonita de Guilherme Arantes: A Cidade e a Neblina.
Quando a primavera chegar, com suas flores e cores, sentirei falta desta época, mas apreciarei os sabiás-laranjeira que pousam no telhado da edícula da minha casa, anunciando tempos quentes. Tudo denso, intenso, sinais de que a vida continua, com suas diferentes estações.

Mais que um compositor, um poeta! Guilherme Arantes e sua A Cidade e a Neblina.

















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!