É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







2 de out de 2011

DIVA LATÍVIA CRESCEU!

Tudo começa com um primeiro olhar, uma primeira palavra falada ou escrita, a primeira impressão. E, dizem por aí, é a primeira impressão quem eternamente fica.  Assim é o amor, assim é a paixão. Mas, descobri nos últimos dois anos, que a primeira palavra apaixona profundamente. Não apenas no relacionamento amoroso, mas em tudo aquilo o que se coloca a energia e a alma. Do trabalho a uma atividade diária. Tudo que é feito com dedicação, em que há a entrega do coração, isso apaixona, encanta, adoça a vida.
Pra mim, o prazer de escrever é a melhor descoberta que fiz, ao longo das minhas décadas nesta existência. Se estou bem, escrevo. Se algo vai mal, escrevo. Se estou ocupada, escrevo. Se o dia é de folga, também escrevo. Falo de mim, falo de tudo, falo de nada. Cuidado, você me inspira!
O blog cresceu. Feito mudinha de planta, ele cabia em um vasinho pequeno. Enraizou, o vaso ficou pequeno. Hoje, registrei o domínio do Diva Latívia. Pouco entendo dessas muitas configurações do blog. Pesquisei, li, segui as orientações. E eis que amanheci divalativia.com.
Tudo na vida amadurece e toma um rumo. Os relacionamentos amorosos nem sempre chegam ao registro de um domínio. Falta de paixão, mudança de planos. Casei com a escrita, finalmente casei. Isso sim um final feliz. Final? Nem bem comecei! E você, que lê meus textos, que acompanha as minhas histórias, receba o meu agradecimento sincero. Sem você, não teria a menor graça! Obrigada leitor, obrigada leitora! E vamos que vamos neste “ponto com”.
Diva Latívia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!