É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







1 de out de 2011

LONGA NOITE, NOVO DIA


Outro dia, outro sábado! A insônia me acompanhou a noite toda. Olhava pro notebook, o notebook olhava pra mim. Resolvi não escrever, quem sabe isso me ajudasse a adormecer? Qual o quê! Voltei pra cama. Virei pra um lado, virei pro outro lado. Os sabiás começaram a cantar, não havia raiado o sol. Ao longe podia ouvir carros trafegando em uma avenida próxima de casa. Gente que ia e vinha de baladas, encontros românticos, trabalho, visita a amigos e parentes. Tentei imaginar a história de cada um. Pela fresta da janela observei a claridade do dia avançar. Meia-luz, o sol um tanto tímido a despontar.
Fui vencida pela falta de sono, saí do quarto, fui até à cozinha. Café redentor! Três colheres de sopa bem cheias de pó de café, água borbulhante, quase fervente. Aprendi assim. Reguei as plantinhas da janela, ajeitei as almofadas do sofá. Passarinhos cantando, o relógio de parede fazendo tic-tac-tic-tac. Meu tempo passando, passando. Liguei o notebook. Um novo texto para sinalizar que estou viva, apesar de não ter adormecido. Outro sábado, outro dia. Lindo dia. Bom dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!