É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







6 de nov de 2011

TER IRMÃO É...


Ter irmão é uma vasta série de descobertas, passo a passo, lado a lado. É descobrir unidos que o recheio da minhoca é meleca. Que tatu-bola abre e fecha. Que daquele casulo vai sair a lagarta toda remodelada, em formato de borboleta. É a cumplicidade da pescaria dentro do aquário. A risada no mesmo tom. A espera ansiosa da chegada do Natal, rodeados do burburinho dos adultos, entre eles o Papai Noel. É pular ondas do mar, juntos, rindo sob o céu azulado e catando conchinhas espalhadas na areia. Tocar a campainha da casa vizinha e sair correndo. Estourar bombinha dentro da lata. E rir, rir, rir.
Crescer dividindo as dúvidas, somando novos ingredientes ao calor da vida. Ver as fotos antigas e relembrar o mesmo momento. Olhar dentro dos olhos um do outro e entender que ali está a explicação. Laço sem nó, que enfeita a alma da gente. Ter irmão é torcer pela vitória, participar das lutas, ser parte da alegria e da tristeza. Passo a passo, lado a lado, uma vez, outra vez, todas as vezes. Recomeçar, refazer, reencontrar a infância no sorriso refletido no olhar da gente. Ter irmão é o crescer da alma da gente. Passa o tempo, gira o mundo feito o colorido catavento, e a gente ainda sonha o mesmo sonho, ri das mesmas histórias, sente a mesma emoção. Assim é ter um irmão.

Para meus irmãos: Zeca, Flávio e Chicão.

2 comentários:

Anônimo disse...

Lindo!!!
Não imagino minha vida sem meus irmãos.
Bjs

Zeca

Cláudia disse...

Maninho,

E eu não imagino a vida dos meus irmãos sem mim!!! rsrsrsrs

Beijos, amo você!

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!