É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







27 de dez de 2011

AO MEU IRMÃO, ABÍLIO MANOEL


Quem te mandou entrar na minha vida assim, devagarzinho? Quem te mandou me cutucar, me inspirar, encontrar nesse meu emaranhado de emoções a capacidade de expressar sentimentos assim, escrevendo? Você, que partiu desta vida de repente, precocemente. Meu irmão, meu amigo Abílio Manoel.
Gostar de escrever, isso sempre gostei. Mas, a vida parece ter congelado esse dom. Mais de vinte anos sem arriscar um só versinho, uma só prosinha. E foi você, meu amigo tão amado, quem me entregou essa tarefa. A brincadeira, no seu blog, o Janela das Loucas. Mandei um texto contando minha desventura amorosa mais recente. Entre muitos risos, muitas brincadeiras, nasceu Diva Latívia. O presente bonito que ganhei, o layout deste blog aqui, quem fez foi você, meu webmaster, meu editor cabeça-dura.
O sucesso. Quem diria, você me entregou sucesso. O nosso último abraço, a sua promessa de sempre voltarmos a nos encontrar. A sua morte em uma tarde de junho de 2010.
Quis continuar, Abilinho, mas quem disse que eu soube assim fazer? Era tão complicado viver, correr, enfrentar os dias! O Janela ficou sozinho e, hoje, ele partiu pra pertinho de você.
Hoje, o blog Janela das Loucas partiu para o infinito, onde moram as estrelas. Foi pra pertinho do Abílio.
Por problemas técnicos, o blog Janela das Loucas foi hoje encerrado. Viveu exatamente dois anos, cinco meses e três dias.
Sinto tristeza, sinto saudade de um tempo recente, tudo parece tão presente.
Diva Latívia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!