É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







22 de mar de 2012

OUTONO EM MIM


As manhãs de outono têm uma luminosidade quase infantil. O sol parece querer brincar de roda, seus raios agora iluminam o jardim, dançam sobre a copa das árvores e se refletem no laguinho do parque. Aproveitei a manhã e fiz uma caminhada, mergulhada em reflexões.
Sensação de passado, passo a passo. A brisa fresca, anúncio do tempo que avançou, do verão que se despediu. O chão coberto de folhas, quem terá avisado às árvores que março está chegando ao fim? Os pássaros em festa, os filhotes crescidos, em breve migrarão rumo a outro verão, distante daqui. Os pés de acerola ainda carregadinhos de frutas. Experimentei uma, o sabor azedinho, simplesmente sorri. A temperatura da manhã, antes friazinha, aqueceu aos poucos a cidade de São Paulo. Começou o império do outono, sua claridade mostra que chegou para ficar.
Busco fios de lã, guardados há vários meses. O primeiro cachecol será tricotado nos finais de semana. Tons quentes, avermelhado, alaranjado. Jeito prudente de aguardar o frio, provisão de calor e cor. Dia após dia, o tempo avança incessante. Parece apressado, indiferente às nossas histórias. Manhã clara de outono, pisando em folhas secas lembrei de mim.

2 comentários:

Jeferson Cardoso disse...

Olá Cláudia!
Linda postagem! Tudo no outono é diferente e inspirador!
Abraços.
Convido para que leia e comente “O LEILÃO” no http://jefhcardoso.blogspot.com/

Cláudia disse...

Jeferson,

Sua visita, seu comentário, tudo antecedeu a retribuição que fiz, visitando o seu blog. Foi assim que descobri que um escritor admirável por aqui passou e deixou sua impressão. Obrigada pela visita, pelas palavras.
Um beijo

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!