É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







18 de mai de 2012

BONO LATÍVIO, MEU FILHO DE QUATRO PATAS


Sou alguém que não suporta o esquecimento. Por isso mesmo, antes que o dia 19 de maio chegasse, avisei a Divo Latívio: - meu bem, não esqueça que dia 19 será o nosso aniversário de casamento.
Ele pareceu ter escutado, porque me disse que sairíamos na véspera, sexta-feira. E eu, pelo sim, pelo não, tratei de preparar a comemoração a dois. Comprei champanhe, velas, flores. Não era pra macumba, quem pensou nisso?
Fui ao cabeleireiro e não fiz economia. Tintura, hidratação dos cabelos, escova, manicure, pedicure, depilação e maquiagem.  Eu não conseguia parar de pensar no que eu ganharia de presente. Uma viagem pra Buenos Aires? Um anel de brilhantes? Talvez, algo mais simples, afinal eu me contentaria com um tablet!
Voltei pra casa cheia de planos e sonhando alto, muito alto. O romantismo tinha batido à minha porta. Planejei pelo caminho o que eu vestiria à noite, talvez um vestido justo, preto, decotado. Um tanto “periguete” o visual, mas eu sabia que ele iria babar!
Cheguei ao nosso andar, coloquei a chave na fechadura e escutei um som de latido, que parecia vir do apartamento vizinho. Pensei: “Essa gente não aprende. Cães não deveriam morar em apartamentos”.
Assim que abri a porta de casa fui recebida com festa. Divo estava em casa e a festa quem fez foi um cãozinho miúdo, que de tão peludo parecia um novelo de lã.
O meu “anel de brilhantes” tem olhos castanhos e redondinhos, pelos macios, é carinhoso e parece sorrir. Um Shih-Tzu. Seu nome? Bono Ozzy Mercuri Jagger Presley... Latívio.
A minha “viagem pra Buenos Aires”, abanando o rabinho, me fez cancelar a celebração a dois, afinal agora somos três. Já era mais do que tempo de aumentarmos a família. Seja bem-vindo, meu filhinho de quatro patas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!