É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







24 de mai de 2012

O AMOR EM MIM


Não sei amar mais ou menos, nem pela metade. Todo amor é incondicional. Amo incondicionalmente minha família, meu marido, meus amigos, meu cãozinho. Eu me amo de modo incondicional.
Amo a chuva fria que cai inclemente, tanto quanto amo os dias ensolarados, o tempo frio e o quente. A segunda-feira enjoadinha, essa eu amo tanto quanto a véspera do feriado e a noite de sexta-feira. Amo andar descalça,  amo o sabor do café, amo o silêncio e o burburinho de vozes ao redor da mesa do almoço de domingo. Amo o sorriso largo, o olhar indagativo, os gestos afetuosos, eu amo  rock, valsa e até forró aprendi a dançar. Amo o mar, a montanha, a cidade grande, eu amo trabalhar.
E amando tanto assim, amo escrever pra você que aqui chegou navegando por este mar cibernético. Leitor, seja lá quem você for, sinta-se amado por mim. De tanto amar perco a hora e rio de mim. Esta sou eu, eu sou assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!