É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







14 de jun de 2012

DIVA, A VIP!


VIP , que palavra esquisita! Very important people. Ah, eu sou uma pessoa muito importante, ao menos pra meia-dúzia de seres humanos e pra um cãozinho.
Recebi ontem uma mensagem de texto no meu celular que avisava: “você, que é cliente VIP da nossa loja, venha aproveitar a nossa promoção com preços até 50% off, não perca! “. Que mulher resistiria a uma mega liquidação em sua butique favorita? A minha reação foi simples assim: disfarcei a emoção, afinal Divo é bondoso, porém um tanto... contido com valores e despesas. Disfarcei bem, mas após 12 horas, quando o dia de hoje amanheceu, de modo dissimulado eu disse ao meu marido: - Benhê, eu hoje irei ao shopping, preciso comprar UMA calça. Ele acreditou em mim. Nesse ponto a minha consciência dói absurdamente. Divo me deu uma carona até a porta do shopping e eu, quando entrei na loja, parece que entrei em transe. Provei todas as peças de roupas, experimentei vestidos, casacos e blusas. Claro, experimentei calças também!
Três horas depois, ainda dentro da loja, chegou o difícil momento de pagar a conta. – A senhora aceita “uma água”? Chá? Café? Gostaria de sentar?
A gerente da loja somava o preço das roupas, seus olhos pareciam brilhar. – Por que não leva também aquela jaqueta de couro vermelha? E aquelas botas? A bolsa também está na promoção!
Que difícil resistir a tantas ofertas! Precisei me conter, uma das calças jeans eu não comprei! Quis provar a mim mesma que sou capaz de resistir a tentações mundanas, que sei administrar meus gastos, que prezo meu patrimônio. Paguei uma conta de quatro dígitos, mas pensei nas consequências. Divo acharia lindo me ver tão bem vestida, mas detestaria saber o quanto tudo aquilo custou.
Quatro sacolas, das grandes, lotadas de roupas de grife. – A senhora quer que a gente leve as compras até seu carro? E lá fui eu, parecendo madame, conduzida por uma vendedora da loja. Coitadinha, quatro sacolas é coisa demais. Recusou-se a me entregar ao menos uma das sacolas, quis levar tudo sozinha.
Vim pra casa pensando no que dizer a Divo Latívio. Ensaiei pelo caminho todinho: - “Benhê, as peças estavam 70% off... Sabe esta blusinha? Ganhei de brinde! Eu gastei menos da metade do preço que pagaram as clientes que não são VIPs!”.
Entrei em casa, encontrei Divo sentado na sala. Sisudo. Eu, com quatro sacolas, comecei a gaguejar. Bono, o cãozinho, pulava feliz para me receber. – Oi, Divo, demorei? Divo sequer olhou pra mim. – Diva, você esqueceu em casa o seu celular. – Oh, meu amor! Você quis falar comigo? – Não, mas chegou mensagem de texto pra você. 
Olhei a mensagem no meu celular. A operadora do cartão de crédito avisando que eu tinha gastado XXXX naquela butique e, se por acaso eu não reconhecesse essa compra, por gentileza entrasse em contato com a central de atendimento aos clientes.
- Divo, você leu a mensagem?
- Li!  
E foi assim que nem precisei interpretar aquilo o que eu havia ensaiado. Divo sabia o quanto eu tinha gastado, ele leu a mensagem de texto. Tudo culpa minha, que esqueço o celular em casa direto e reto.
Mulheres gostam de se vestir bem. Mulheres gostam de se vestir melhor que as demais mulheres. Mulheres não gostam de repetir roupas. Mulheres gostam de se sentir lindas, gostosas e poderosas quando vestem suas roupas novas. Mulheres gostam de ser elogiadas por seus namorados e maridos. Mulheres ficam mais felizes quando compram roupas novas!
Ora, ora, ora. Eu trabalho e pago minhas contas em dia. Preciso me vestir bem! Divo continua me olhando meio zangado. Mas, deixem chegar a oportunidade de eu vestir aquele vestidinho lindo que comprei, ele não vai resistir. Vai me achar a última bolachinha do pacote. Ou será o último bis da caixinha? Ah, tanto faz. O que sei é que ele vai adorar!
A vida é breve. Entre fazer terapia e comprar roupas, escolhi a segunda opção, afinal eu sou VIP!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!