É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







30 de jan de 2014

O MEU ANIVERSÁRIO

O que você quer ganhar de presente de aniversário?
Essa pergunta chegou de repente. Pensei em coisas simples, até bobas. Pensei em coisas tão caras que, dificilmente, poderiam ser compradas agora. E pensei em tudo aquilo o que dinheiro nenhum poderá comprar, jamais. Escolhi a terceira alternativa e respondi: quero amor, fidelidade, respeito e paz.  Não necessariamente nessa ordem. Talvez, esse seja o mais difícil de todos os presentes.
De fato, se eu puder escolher um presente material, eu escolherei mais uma viagem para algum lugar aprazível. A querida Buenos Aires, Montevidéu, ou arriscarei a deliciosa Paris nesse meu pedido de aniversário. Às vezes, cola! Pedi. Ele me olhou e olhou, deu um sorriso. Não sei se foi um sorriso de pena de mim, ou um sorriso de quem conversará hoje com o agente de viagens.  Talvez, eu ganhei uma feliz passagem somente de ida.
O tempo passa, resta aproveitar a vida de modo harmonioso e tranquilo. Já que harmonia e tranquilidade, para quem não é adepta da meditação, depende da paz interior dos semelhantes, prefiro fazer as malas. Nada melhor  do que o embarque na ala internacional do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Meu coração dispara quando escuto aquele dim-dom do aviso sonoro do aeroporto e aquela mulher com a voz melosa que diz: passageiros com destino a Nova Iorque, embarque no portão seis. Passageiros com destino a Tóquio, embarque no portão nove. E assim por diante. Não posso embarcar todas as vezes, mas comecei a abrir minhas asas há algum tempo.
Hoje eu poderia escolher uma dessas viagens que tanto me agradam. Outro cruzeiro marítimo, talvez. Avessa ao sol em excesso, sou fã dos cassinos dos navios. Compro vinte dólares em fichinhas e aproveito a viagem inteirinha sem afetar meu patrimônio. Boa ideia, acho que irei para Las Vegas!
Aposentar-se, antigamente isso parecia repugnante. Aposentados, quando eu era muito jovem, eram pessoas velhinhas, reumáticas, caducas. Estou meio caduca, mas ainda não estou reumática, nem velhinha. Aposentei-me. Ganhei vida nos meus dias e reparei que a falta de tempo e a correria não se aposentaram comigo. Continuo correndo contra as horas. Psicológico, talvez. Real, certamente.
Esse é o meu auto-presente de aniversário: deixei uma carreira longa, cheia de histórias, que exerci durante 60% da minha vida. Praticamente, nasci em um Tribunal. Minha primeira cartilha, o beabá, aprendi em um Código Civil. Meu livrinho de colorir era um tratado de Direito Internacional. Cresci, vivi, amadureci no mundo jurídico. Mas, jamais deixarei de trabalhar, apenas decidi deixar-me em paz, respeitar-me, amar-me, sem pressa. Não importa quanto tempo o tempo tem. O que importa é que estou gestando uma nova fase da minha vida. Uma fase promissora, que depende de cultivo, carinho e serenidade neste tempo de agora. Até lá, escreverei muito por aqui. Prometo rir de minhas ruguinhas ao redor dos olhos e, se preciso, chorar também. Tudo sob o seu olhar atento, querido leitor, querida leitora.

Hoje, meu aniversário. Compartilho com vocês minha alegria de viver. Celebro a vida com este brinde em letrinhas, ao lado de uma cestinha de café da manhã  ( presente carinhoso que chegou à minha porta) com itens diversos. A bolachinha de queijo está uma delícia! Estão servidos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!