É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







27 de jun de 2014

ABÍLIO MANOEL ( MANINHO, SINTO MUITA SAUDADE)


Abílio Manoel, meu irmão,
Quatro anos longe de suas maluquices, piadas, implicâncias e ideias sensacionais, isso é tanto tempo que parece uma eternidade.
Te amo, mano, e espero que minhas palavras todas fiquem escritas entre as estrelas, pra que você as leia e me devolva o afeto em formato de inspiração.

Diva Latívia ( Cláudia)




Abilio Manoel era cantor, compositor, escritor, cineasta e meu amigo muito amado. Alguém que fez grande sucesso na década de 70, ganhou festivais (o samba rock deve bastante a esse garoto). Tem uma música que ele compôs que, de modo interessante, eu aprendi na escola quando era criança. Algo que, talvez, meu leitor, minha leitora também conheça. Não é a canção que prefiro, mas é simples e muito conhecida. Bom Dia, Amigo!










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!