É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







9 de jan de 2015

AOS LEITORES

As palavras começam a fluir gradualmente, movidas pela necessidade de satisfazer o desejo do seu olhar, leitor, para aplacar a sua sede de novas estórias e histórias neste blog. Palavras hesitantes, trôpegas, doloridas. Diva recomeça a escrever, da mesma forma que um pássaro com a asa ferida recomeça a voar. O riso ainda está adormecido, mas o sorriso eu lhes entrego no formato de letrinhas que se divertem na ponta dos meus dedos, a digitar esta nova publicação, a primeira postagem do ano de 2015.
O meu coração está machucado. Dizem os religiosos, os tementes a Deus, que um dia terei o consolo, a resposta que explicará o motivo da perda grandiosa que sofri recentemente.
Hoje o olhar verde e sagaz do meu querido irmão, Flávio, não acompanha Diva Latívia. Seus olhinhos se fecharam e seu peito restou inerte, sem as batidas do coração cheio de coragem, fé, determinação, qualidades que o acompanharam durante mais de quatro anos na luta contra o câncer. Flávio faleceu no dia 13/12/2014.
Dizem os entendidos em assuntos celestiais, que a morte física é o descanso das batalhas terrenas. Tudo o que sei é que aqueles que ficam neste mundo, assim como eu, não descansam e sentem que dentro de si falta um pedaço imenso.Grita um vazio sem fim dentro de mim agora.
As palavras surgiram pela primeira vez desde o ocorrido. Preciso desse alimento, fonte vital para mim: escrever é sinônimo de felicidade. Desculpem-me, estive ausente, mas cá estou, voando baixo, com as asinhas meio tortas.
Que 2015 seja um ano de renovação da esperança, repleto de acontecimentos felizes. Saúde e amor para todos vocês que aqui chegam regularmente, ou casualmente. Novos textos chegarão em breve! Deixo aqui um vídeo com uma música do Queen. Flávio era um queen-maníaco adorável, desses que sabem cantar todas as canções da banda ( aliás, ele tocava ao piano algumas dessas canções). É uma homenagem a esse garoto, que foi embora tão jovem e que me deixou aqui cheia de letrinhas, que reúno com os olhos cheios d´água.

Um abraço da autora,

Cláudia

Love of my life ( Queen)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!