É proibida a reprodução não autorizada dos textos deste blog, de acordo com a Lei nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que regula os direitos autorais.

Apresentação

Este blog nasceu no blog Janela das Loucas, onde assinava "Diva Latívia". Ali permaneci durante muito tempo, como autora principal das crônicas do blog. Redescobri que escrever é vital pra mim, guiada e editada por Abílio Manoel, cantor, compositor, cineasta e meu querido amigo. O Janela das Loucas não existe mais, Abílio foi embora pro Céu. Escrevo porque tenho esse dom divino, mas devo ao Abílio este blog, devo ao Abílio a saudade que me acompanha diariamente. Fiz e faço deste blog uma homenagem a aquele que se tornou meu irmão, de alma e coração. Aqui o tema é variado: cotidiano, relacionamentos e comportamento, em prosa e versos.







28 de jan de 2018

QUANDO PAREI DE ESCREVER

Parei de publicar no blog porque sou de outro tempo. Um tempo em que não existia canal no Youtube, Tinder e Whatsapp.  Sou do tempo do caderninho espiral e da Bic azul com a tampa mastigada, apetrechos que eu utilizava para anotar impressões, ideias para um novo texto. Tantas vezes escrevi um conto sentada no metrô, ou bebendo café na padaria. Um tempo que desembocava no sonho de publicar um livro, que escrevi e jamais publiquei. Foi então que descobri que não existe espaço para novos escritores no Brasil. E o choque de realidade me fez entender que, por ser de outro tempo, eu ainda publicava em um blog.

Sou do tempo da ficha de telefone, do tempo do Bombril na ponta da antena do televisor, do tempo que para namorar a gente precisava do consentimento dos pais. Enfim, um dia acordei no mundo de agora e ainda não sei o destino deste blog, que aos poucos se torna tão obsoleto quanto se tornou o Orkut e o MSN. Quem sabe, em breve, Diva Latívia será somente um nome esquisito. Foi assim que parei de escrever aqui.

Diva Latívia